terça-feira, 18 de junho de 2013

Indignação atávica

Pois amigos, os últimos tempos têm sido de extrema perplexidade para os olhos do mundo, no que se refere aos acontecimentos no Brasil. Refiro-me à grande mobilização nacional da noite de 17 de junho de 2013, quando aconteceram manifestações populares nas principais cidades brasileiras e até fora do país.

Tudo começou com a indignação do preço das passagens do transporte público e chegaram (finalmente!) às causas maiores e muito mais abrangentes, de grande interesse nacional. O sentimento que se vê nas ruas (falo de manifestantes e não de baderneiros) é de profunda revolta e indignação com tudo o que assistimos pela TV: corrupção, descaso com a educação, saúde e segurança, sobre políticos homófobos, sobre a PEC 37, os gastos absurdos com uma Copa do Mundo em que a FIFA irá ganhar horrores e o país ficará com "elefantes girafoides hipertrofiados", chamados de arenas.

O que estamos assistindo lembra o 26 de junho de 1968 (a Marcha dos Cem Mil); o mega-comício de janeiro de 1984 pelas Diretas Já; e o Movimento Caras-Pintadas de 1992 que levou ao impeachment de Collor (bata na madeira!). Agora estamos recuperando as atitudes "ancestrais" que permaneceram latentes durante esse período. E tudo isso sem que o povo aceite a participação dos partidos políticos, os grandes causadores de toda essa descrença, de toda corrupção sabida e divulgada, por abrigarem os maiores criminosos da nação e que se apropriam do bem-público.

Assim diz o ditado: Vox populi, vox Dei.

Esperemos que tudo não seja fumaça de palha seca. Da mesma forma, esperamos que a Presidenta Dilma se manifeste publicamente e não através de notas oficiais e através de seus bonecos falantes. O recado também foi lançado aos deputados federais e aos senadores, bem com aos deputados estaduais, prefeitos e vereadores.

Alea jacta est.

Um comentário:

  1. É a nossa esperança...que não fique no fogo de palha....

    Quanto ao fato que citastes de não haver partidos políticos, temo que haja uma articulação perigosa por trás, uma articulação do próprio governo aproveitando-se do protesto inicial...não sei se estou superestimando-os, mas quem duvida de mentes esquizofrênicas como estas?

    Bela postagem, expressando em palavras o que muitos de nós está sentindo.

    ResponderExcluir